Arquivo da tag: atividade pronta

Atividade de Observação – Português

     Embora seja simples a atividade que elaborei hoje, é o tipo de exercício que a criança sente prazer em fazer. É preciso observar uma cena e constatar cinco coisas absurdas que estão ocorrendo. Em seguida, as crianças devem descrever os absurdos nas linhas indicadas.  Boa aula!

UM ABSURDO DE PRAIA

O Segredo dos Nomes

     Para variar um pouco, estou publicando hoje uma atividade que trabalha com a classificação de sílabas por quantidade ( monossílaba, dissílaba… ). Sendo assim, a atividade tem com foco a gramática.

     Apresento uma história de uma moça que usou um critério especial para dar nomes aos seus filhos ( na verdade, a quantidade de sílabas ). Os alunos devem descobrir qual é o segredo usado para nomear os filhos de Ana e, em seguida, usar o mesmo critério para descobrir os nomes dos filhos de mais duas mulheres, uma com nome trissílabo e uma polissílabo.

     Pensei que seria interessante usar o raciocínio também em língua portuguesa. Espero que você goste. Boa aula!

O SEGREDO DOS NOMES

Ambientes Naturais e Construídos

     Para variar um pouco, uma postagem de ciências no dia de hoje.

     Ambiente é algo trabalhado à exaustão com os alunos. Em uma série se trabalha as partes do ambiente, na outra, cuidados com o ambiente e este é um assunto que usamos em quase todos os anos na área de ciências ou geografia. O que nos falta é um material mais flexível para o trabalho… pelo menos para mim acontece desta forma.

     Parte do problema com algumas disciplinas é a falta de material. Sei que devemos tratar com seriedade todas as áreas, pois eu mesma já vivi grandes descasos com minha área de atuação principal – aulas de idiomas -, mas é difícil tirar o foco do português e da matemática. Professores polivalentes podem atestar que isso é realmente difícil, pois somente essas duas áreas são cobradas ao final do ano ou do ciclo.

     Logo no início do trabalho de ciências, os alunos já começam a ter contato com o tema desta postagem. Procurei algo que me agradasse sobre o tema e não encontrei, portanto elaborei uma atividade que talvez seja o princípio de algo mais interessante do que tudo o que achei até aqui sobre o assunto.

     Apresento aos alunos um ambiente natural que eles devem observar e anotar elementos que dele fazem parte – o que resultará em uma lista de elementos naturais, levando à conclusão de que realmente é um ambiente natural. Peço ainda para que façam uma listagem de outros ambientes com características naturais.

     Depois, apresento a mesma cena e uma situação problema que modificará a paisagem observada incontestavelmente e por um longo tempo. Para resolver a situação, os alunos devem literalmente construir uma cabana com as peças recortadas em folha a parte sobre a paisagem observada. Não há como não notar a diferença e o impacto que a construção causará no local.

     Imaginei que simular concretamente a construção de um ambiente construído seria importante para melhor compreensão do aluno. Dependendo da classe, a professora poderá ainda entrar em questões ambientais sobre o impacto da construção no ambiente. Achei interessante, mas ainda não testei. Quem sabe você também aprecie a ideia… Boa aula!

AMBIENTES NATURAIS E CONSTRUIDOS

Páscoa – texto com instruções

     Bem… mais uma atividade para complementar as que já publiquei sobre o tema Páscoa.

     Desta vez, apresento uma figura acompanhada por um texto de instruções diversas. Para colorir corretamente o desenho, o aluno deverá seguir cada instrução dada no texto. O trabalho se baseia em possibilidades, pois ele deverá considerar ambas as situações propostas para depois decidir qual deverá ser sua intervenção no desenho.

     Esta atividade é bastante comum em outros países e eu, pessoalmente, acho que auxilia muito na compreensão de textos escritos. Como o aluno deve interpretar as instruções e todas têm a ver com ele mesmo, não há como cumprir as tarefas sem compreender o que está escrito. É um tipo de situação-problema da língua. Boa aula!

INSTRUÇÕES DE PASCOA

Sondagem de Leitura – Alfabetização

     Para variar um pouco, estou publicando hoje uma sondagem de leitura…isso mesmo, sondagem de leitura. Embora seja de nossa prática, quer dizer, alguém nos disse para pedir aos alunos que leiam o que acabaram de escrever na sondagem de lista de palavras, não acho que seja nem suficiente e nem eficiente este tipo de leitura.

     Muitas crianças lêem o que escreveram de modo automático, pois estão tão habituadas ao tipo de pedido, que são praticamente treinadas para ler ‘silabicamente’.  Todas as vezes que fiz experiências com as mesmas palavras, tanto pedindo para ler no dia seguinte, quanto pedindo para lê-las em outra ocasião, digitadas e sem dar ‘pistas’, o resultado foi diferente. Os alunos não tinham a memória para ‘puxar’ a leitura, portanto não conseguiam ler.

     Sendo assim, costumo, ou tento, aplicar sondagens de leitura desvinculadas com a escrita. Ler, para mim,  é a real inter-relação de um aluno com a informação simbólica, assim como o é para Tony Buzan, estudioso estrangeiro do raciocínio.

     A leitura ainda é muito pouco explorada e muito necessária à aprendizagem. É por meio dela que podemos compreender informações codificadas pela escrita. Acredito que deveríamos ter nosso foco primeiro na leitura e depois na escrita, para uma leitura real e efetiva. Ao explorar melhor a leitura, percebemos indícios interessantes. Um deles, pelo menos durante a alfabetização e anos iniciais do Fundamental, é o fato de que crianças que usam o dedo como guia de leitura lêem melhor e com maior fluência. Refletindo sobre o fato,  cheguei à conclusão de que o dedo as ajuda a não se distrair e a direcionar os olhos. Quando há o elemento do dedo servindo de um tipo de ‘régua’, o movimento dos olhos não se alarga tanto e a leitura flui melhor. Fora este fato, há ainda outros.

     Bem, deixe-me parar por aqui, pois poderia citar pelo menos quinze fatos sobre leitura e o texto ficaria então cansativo. Vamos ao que interessa: na atividade de sondagem, os alunos devem identificar as letras do alfabeto – e há um campo para anotações do professor – , localizar palavras em um texto de memória e ler o texto de memória. Na parte da leitura do texto, coloco três opções de avaliação de leitura: fluente ( alfabetizado ), global ( não tem hipótese fundamentada de leitura ) e com ajuste ( identifica palavras, mas não lê efetivamente ). Em sondagens futuras, o tipo de avaliação mais específico se faz necessário e os fatos que mencionei são mais aparentes, mas isso fica para outra postagem. Boa sondagem!

SONDAGEM DE PORTUGUÊS 1 – LEITURA

Interpretação de texto e separação de sílabas

     Hoje, resolvi disponibilizar um texto para interpretação que trata de uma cena cotidiana comum. O texto fala sobre um menino que está aprendendo a andar de bicicleta.

     O tema é bem próximo das crianças e o texto é bem simples. Além de questões de interpretação, acrescentei dois exercícios de separação de sílabas na atividade. Em um deles, é necessário buscar no texto palavras que se encaixem na classificação pedida e no outro, os alunos devem apenas separar as sílabas.

     Há algumas restrições, em algumas escolas, sobre a separação de sílabas, considerada como conteúdo ‘tradicional’. Certamente, quem inventou este tipo de ‘rumor’ não tem ideia da importância da separação de sílabas em línguas quantitativas, como a língua portuguesa. É característica natural de nossa língua a separação, devendo portanto fazer naturalmente parte da aprendizagem da criança.

          Acrescentei ainda um último exercício para que o aluno observe ilustrações de situações diversas com bicicleta e elabore um pequeno texto com base nas mesmas. Talvez lhe seja uma atividade útil. Boa aula!

COM RODINHA OU SEM RODINHA

Substantivos Próprios e Comuns

     A postagem de hoje é uma atividade sobre substantivos próprios e comuns.

     Embora não se preveja a parte gramatical em vários documentos nos quais temos que nos basear, acredito que ela seja de extrema importância para a sistematização de nossa língua. É por meio da gramática que o aluno poderá perceber características das palavras que ele usa, ouso até dizer que é ela que irá levar o aluno a refletir mais naquilo que escreve.

          A atividade que estou postando é composta de vários exercícios, todos voltados ao desenvolvimento de conceitos acerca de substantivos próprios e comuns. O aluno deverá preencher um texto lacunado com substantivos próprios, relacionar os substantivos que ele criou com os comuns do texto, dentro de uma tabela, explicar a diferença entre comum e próprio, refletir sobre características deste tipo de substantivos e ainda mencionar substantivos próprios dentro de grupos comuns. Ufa! Bastante coisa, não é mesmo?

          Bem, espero que a atividade lhe seja proveitosa de alguma forma. Boa aula!

CRIANDO OS PROPRIOS