Arquivo da categoria: Atividades Prontas

Série de postagens que possuem sempre atividades prontas para uso ao final

Prô… como posso ajudar meu filho, que começou a ler?

COMO AJUDAR FILHO COMEÇOU A LER.fw

 

Nós, leitores, podemos ser classificados em tipos variados, de acordo com nossa fase de leitura. Mesmo leitores fluentes têm fases!

Uma das fases mais importantes de leitores, contudo, é certamente a iniciante. Consideremos fase de leitor iniciante aquela criança – ou mesmo pessoa de outra faixa etária – que descobriu que ao juntarmos letras temos palavras e essas palavras possuem um significado em nossa língua.

Não parece, mas é algo complexo! O iniciante tem que juntar as letras, formando sílabas, juntar as sílabas, formando palavras, notar a palavra que essa espécie de quebra-cabeça forma e ainda por cima interpretar. Ler palavras – ou frases – é a primeira forma de interpretação leitora das pessoas. Se essa fase não for bem trabalhada, mais tarde certamente o leitor terá problemas ao interpretar textos.

Para ajudar, veja que interessantes as 5 dicas a seguir, para ajudar seu filho, que é um leitor iniciante, a ler livros com você… ou parte deles.

1 – Encoraje a criança a utilizar o dedo para nortear a palavra que está lendo – em fases mais avançadas de leitura nossos olhos fazem verdadeiras acrobacias para ler. Nesta fase inicial, porém, o mais correto é que nosso olhar seja linear. A leitura com o dedinho ajuda muito!

2 – Leia frases e peça que a criança repita, mostrando o que foi lido – o acompanhamento da leitura é importante. Novamente, o dedo ajusta a leitura. O fato de já saber o que está escrito e apenas repetir não é problema! Na verdade, neste tipo de atividade, a criança treina interpretação pura.

3 – Peça ajuda quando estiver lendo – ao ler um texto, quando houver palavras mais fáceis ou quando notar que a criança consegue ler determinada parte, peça ajuda. Notar que ela é capaz de ler e ajudar você irá desenvolver a confiança em si mesmo, o que é altamente relevante para os bons interpretadores.

4 – Entre as páginas lidas, converse sobre o enredo – ao fazer perguntas e comentários durante a história, você estará treinando a interpretação. Pergunte o que acha que acontecerá a seguir, como acha que o personagem se sentiu, questione qual a opinião da criança sobre determinado acontecimento. São itens de interpretação que podem ser trabalhados oralmente nesta fase e farão grande diferença no futuro.

5 – Não se importe de ler várias vezes – a repetição cria confiança. Quanto mais a criança ler o livro, mais confiante ficará em sua leitura.

Essas são dicas que podem auxiliar os pais que desejam ajudar os filhos em casa, nesse processo tão curioso que é a aquisição de habilidades de leitura. Você,professor, pode usar este artigo como formação, para reuniões pedagógicas e também para reuniões com os pais. Orientar nunca é demais!

Espero ter auxiliado de alguma forma! Até a próxima!

Educação Customizada e Elástica – enfim… os resultados!

EDUCACAO.ELASTICA.BANNER.fw

A “educação customizada e elástica” foi um método que criei para que os alunos pudessem finalmente apresentar melhores resultados escolares do que temos. Na verdade, comecei por acaso, ao notar que tudo o que usávamos em sala de aula não resolvia. Os alunos se mostravam desinteressados, distraídos e sentiam que o estudo era uma obrigação. O livro didático não ajudava – nem na escola pública e muito menos na escola particular. Foi então que parti para outro caminho… mas essa é uma outra história!

A postagem de hoje traz à tona RESULTADOS. Minha experiência com um material de educação customizada é uma coisa fácil, pois afinal de contas, fui eu mesma quem desenvolvi e testei desde 2.007. O grande desafio era usar o material e a metodologia em outra sala de aula, que não fosse minha.

É claro que a área da educação não é fácil de penetrar. Sabemos disso! Infelizmente, parece que o país conspira contra ela, a maior parte do tempo. A escola pública sofre um descontrole de inspirações. Já participei de cursos iguais, com nomes diferentes, em anos diferentes, que prometiam uma grande revolução na educação, embora usassem materiais e formas de ensino obsoletas. Na particular, a grande barreira é a financeira. A escola cobra sim pelo aluno. Sabemos que mensalidade de escola particular não é algo barato, mas mesmo assim são muito mais resistentes a mudanças do que a escola pública.

Prova disso é que só desenvolvi a educação customizada e elástica dentro de uma sala de aula pública. Certamente, com tantas cobranças e pressa de acabar um material quem nem dava tanto resultado, seria impossível desenvolver algo.

Por fim, em caráter experimental, consegui dois professores em áreas diferentes do país, um de escola pública e outro de escola particular, para utilizar um material de apoio feito nos moldes da educação customizada e elástica. Além disso, a regra da consultoria que dei era usar o material fornecido conforme minhas orientações, dentro da metodologia. A experiência foi feita com o consentimento da direção de ambas as escolas, com o trato de ser apenas uma espécie de apoio… um tipo de reforço feito em sala mesmo.

Dentro do acordo estava a preservação dos nomes tanto dos professores quanto das escolas. A proposta, afinal, era apenas um apoio para o material principal. Uma segunda parte do acordo foi que o professor pegasse a mesma sala no ano seguinte, para dar continuidade ao trabalho.

Hoje me orgulho dos resultados. A experiência teve início em fevereiro do ano passado. A sala de educação privada apresenta uma elevação de notas em avaliações significativa, em torno de 27 por cento de quando foi iniciada a experiência. A grande surpresa ficou por conta da educação pública. Na escola, eram três salas de aula da mesma série, sendo que a experiência foi feita apenas em uma delas. Em uma avaliação oficial da escola, as duas salas que não usavam o material conseguiram uma porcentagem de acertos em torno de 43%, enquanto que a sala que utilizava o material atingiu significativos 82%.

A idade das crianças? Entre sete e nove anos. Além dos bons resultados comprovados, os alunos ainda estudam autonomamente, praticamente sem auxílio do professor, que funciona apenas como orientador de conteúdos, debatem temas de modo crítico e objetivo e ainda se envolvem de forma séria e interessada nas lições, de um modo geral.

O próximo passo? É uma incógnita, mas posso adiantar algo: caminho para a escolha de novas escolas ou professores para ampliar a metodologia e lutar, juntamente com eles, por uma educação melhor!

Alguns dos materiais que comercializo na loja virtual são direcionados a esse tipo de educação.  Veja abaixo alguns títulos interessantes, que podem desenvolver uma pequena parte da autonomia e do raciocínio de seus alunos:

CADERNO.LEITURA.INTERATIVO

Cadernos Interativos

 

Eles têm uma parte do “elástico” e outra de customização. Conseguem trazer a interatividade com a qual os alunos estão acostumados para o caderno. Clique na imagem para saber mais, ver mais títulos e visualizar as AMOSTRAS.

 

 

LOGICA

Lógica Natalina

 

Este pacote traz atividades de lógica com o tema de Natal. Nada mais estimulante para o raciocínio que os tipos de atividades sugeridos. Clique na imagem para saber mais e ver a AMOSTRA!

 

 

Método Lattice

Método Lattice

 

Estas atividades, não canso de recomendar. Os resultados do Método de Multiplicação Lattice em sala de aula são impressionantes. Ver os alunos fazerem operações de multiplicação com dois algarismos de cabeça é algo incrível! Clique na imagem para saber mais e ver a AMOSTRA!

 

atividades.pascoa.4e5

Atividades de Páscoa

 

Está achando fora de época? Concordo, mas não poderia deixar de indicar. Esse é um dos materiais mais elásticos que tenho no quesito habilidades e competências. Consegue trazer a internet para a sala de aula, trabalhando ainda com princípios de lógica de programação para crianças de quarto e quinto anos. Clique na imagem para saber mais e ver a AMOSTRA!

 

Raciocínio Linguístico

Raciocínio Linguístico

 

O raciocínio linguístico é um dos mais procurados da loja e também um ponto forte da educação customizada. Vale a pena trabalhar com ele! Clique na imagem para saber mais e ver a AMOSTRA! Aproveite e veja também o pacote 1!

 

 

 

 

 

 

 

Amostras, muitas amostras!

Catálogos são algo que costumamos gostar muito de ver. Eles nos mostram quais são as possibilidades que temos em adquirir alguma coisa. São eles que nos direcionam algo que precisamos e na educação não é diferente.

Os catálogos existem também na internet e no meu caso, eles estão no Pinterest.

Para quem não conhece, o Pinterest é uma rede social de fotos, perfeita para o uso dos catálogos, pois posso dividir os catálogos em álbuns, por assunto, e ainda por cima colocar a imagem de amostras, para que você saiba exatamente quais assuntos quer olhar.

Como a loja virtual está próxima aos 400 títulos, não é fácil olhar tudo de uma vez, mas os catálogos podem lhe ajudar demais, pois se gostar de algo, basta clicar no link e ele o direcionará diretamente para o pacote, na loja, sem ter que ficar fazendo buscas e mais buscas.

Você ainda pode escolher seguir algum painel ( álbum ) específico. Assim, quando um novo pacote daquele assunto for colocado, você recebe uma notificação via Pinterest. Bem prático!

Além dos catálogos, há ainda ideias e sugestões para você usar em sala de aula. Alguns títulos disponíveis de painéis ( álbuns ) até o momento são: Consciência Negra, Ideias para o Natal, Alfabetização, Sequenciadas de Contos, frases de educação, Projetos Prontos.

Achou interessante? Dê uma olhada nos títulos, amostras e ideias! Basta clicar na imagem a seguir:

CATÁLOGOS PINTEREST.fw

Atividades prontas de CONSCIÊNCIA NEGRA

Embora o tema “consciência negra” deva estar presente nos conteúdos escolares de forma mais natural, parece que a data 20 de novembro traz maiores lembranças para trabalharmos com o tema.

Como tenho alguns materiais bem interessantes sobre o tema e são muitos pacotes, cada um com propostas diferentes, preparei um CATÁLOGO no Pinterest em uma painel único para este tema.

Para dar uma olhadinha no painel, basta CLICAR NA IMAGEM ABAIXO. Você poderá ver os TÍTULOS, AMOSTRAS e LINKS DIRETOS:

CATALOGO.CONSCIENCIANEGRA.fw

 

Anansi – atividades de conto africano

Se há algo curioso e interessante são contos! Quando são tradicionais de outras terras – ou mesmo da nossa! – parecem ser ainda mais instigantes!

Nada mais legal do que ver aquele monte de parzinhos de olhos praticamente estáticos, procurando não piscar, querendo saber o que acontece em seguida.

Parte do suspense acontece quando notamos que todos prendem a respiração e então… damos uma paradinha na história para continuar depois, seja no mesmo dia ou no dia seguinte.

Esta é uma estratégia fabulosa, que aconteceu pela primeira vez no romance “As mil e uma noites”. O “nó”, como é chamado esse tipo de narrativa interrompida, se tornou desde então sucesso e é usada em diversas ocasiões cotidianas. Prova disso são as novelas, que usam esses “nós” ou “ganchos” para criar o suspense do dia seguinte. Em mil e uma noites, Sherazade usava para permanecer viva, cultivando a curiosidade do sultão.

Atividades sequenciadas, fazendo “ganchos” ou “nós” de histórias têm o mesmo efeito.  Pensando nisso e na Consciência Negra, cuja data se aproxima, usei um de meus contos favoritos sobre Anansi – que aliás tem uma coleção de contos na cultura Ashanti – e transformei em sequenciada com “nós”.

O aluno é apresentado à cultura Ashanti para depois mergulhar, capítulo por capítulo no enredo do conto africano, que é sucesso no mundo inteiro.  A cada novo capítulo, novas atividades, baseadas na parte contada naquele dia.

ANANSI.fw

Anansi – o velho sábio

Você pode usar o ensejo da época ou usar as atividades em qualquer outro período do ano, pois o pacote é realmente curioso e instigante!

Ao adquirir o pacote, você terá tanto a versão em letra imprensa quanto a de letra bastão. CLIQUE NA IMAGEM PARA SABER MAIS E VER A AMOSTRA!

Por que crescer analógico em um mundo digital?

O digital faz parte de nossas vidas. Isso é fato! Todos temos smartphones, tablets, tvs com internet… afinal, vivemos o tempo da internet das coisas. Isso mesmo! Esse é o nome dado ao fenômeno da internet sendo acessada nos objetos: a internet das coisas.

Nossa conexão é tão grande, que fica difícil “desligar”. Para os adultos isso tudo funciona de uma maneira e para as crianças, de outras formas totalmente diferentes, afinal, é o mundo nativo deles. Há um único – e grande – porém em tudo isso: EMBORA O MUNDO SEJA TÃO DIGITAL HOJE, NOSSO DESIGN  NATURAL  É  ANALÓGICO!

Caso tenha ficado confuso com o uso de digital e analógico agora, vou explicar melhor. Nosso mundo REAL é analógico. Vivemos em um mundo de cores, sons e cheiros com possibilidades infinitas de combinações, pois nosso corpo NECESSITA de experiências REAIS para poder se desenvolver completamente. No entanto, o mundo digital, dos aparelhos, apresenta-nos uma experiência FINITA de vivências, pois eles são limitados e utilizam capacidades limitadas de nosso corpo ANALÓGICO. Por fim, crianças que crescem em um mundo mais digital do que analógico NÃO SE DESENVOLVEM COMO DEVERIAM!

Quando as pessoas perguntam sobre meu trabalho, questionam por qual motivo não apresento também um produto para uso exclusivamente digital. Como está tão em alta, não entendem por qual motivo eu elaboro atividades para serem impressas em lugar de atividades a serem utilizadas em computadores, tablets ou mesmo lousas interativas.

A resposta é bem simples! Embora eu saiba exatamente o que fazer com todos esses aparelhos, como luto por uma educação melhor, tenho que lutar também pelo analógico e as atividades em folhas são analógicas… bem analógicas. A diferenciação vem no modo como monto ou crio a atividade, pois uso o pensamento digital em um meio analógico. Por esse motivo, as atividades dão tanto resultado. A média de sucesso em classes que utilizam meus pacotes de atividades é 30 por cento maior do que as que não usam. Não falo de um local específico. Tenho acompanhado os resultados em diferentes estados e todos indicam a mesma coisa.

São independentes de método, embora usem o pensamento customizado que desenvolvi e defendo. Trabalham diretamente com o analógico da criança e por esse motivo o resultado é tão bom. Grande parte das atividades do www.janainaspolidorio.com preza esse tipo de experiência que falta em salas tão informatizadas quanto as escolas têm proposto.

Não digo que seja contra a informatização, mas que não seja total! É preciso saber usar.

Para entender um pouco mais sobre meus motivos para buscar tanto a beleza que o analógico desperta, veja a apresentação abaixo, desenvolvida por mim:

 

Avaliações prontinhas!

Época de avaliação é sempre uma correria. Pode ser sondagem, prova, trabalho, seja qual for o nome, a avaliação é algo que costuma dar a nós, professores, muito o que fazer.

É o momento em que podemos verificar a aprendizagem de nossos alunos e isso certamente é de grande importância para nosso trabalho.

Já tinha na loja pacotes prontos de avaliações de primeiro a quinto anos. Como no quinto ano os conteúdos são mais extensos, acabei fazendo um novo para a série, mas somente com questões de alternativas, o que facilita e muito a correção. Usei apenas quatro disciplinas: português, matemática, história e ciências. Como geografia é mais específica de região no quinto ano, optei por não incluir.

Seguem abaixo os links:

AVALIACOES.QUINTO.ANO.ALTERNATIVAS.fw

Avaliações de quinto ano – alternativas

 

Ao clicar na imagem ao lado, você poderá saber mais sobre os conteúdos usados na avaliação e ver uma AMOSTRA!

 

 

 

AVALIACOES.1

Avaliações

 

Para ver AVALIAÇÕES  DAS  OUTRAS  SÉRIES, clique na imagem ao lado. Ela irá direcioná-lo a TODOS os pacotes de avaliações disponíveis.