Arquivo da categoria: Língua Portuguesa

Dígrafos Vocálicos

     Recebi um pedido para a elaboração de algum jogo que aborde o conteúdo ‘dígrafos’. Achei interessante, mesmo porque percebi que não havia feito ainda atividades com o assunto. Estou coletando figuras para construir o jogo, mas enquanto não fica pronto já estou disponibilizando duas atividades que talvez ajudem com o tema. Boa aula!

CRUZADINHA DE DIGRAFOS VOCÁLICOS -para resolver a cruzadinha, os alunos devem responder adivinhas. Como dica, há a resposta das palavras, porém estão embaralhadas.

INVESTIGADOR DE PALAVRAS – DIGRAFOS VOCALICOS – atividade simples, com separação de sílabas e perguntas que levam à reflexão sobre o tema.

Buscando Nomes

     Desenvolver estratégias de leitura é algo imprescindível na fase de alfabetização. Quanto mais estratégias e mais elaboradas são, melhor leitor a criança será quando ficar maior. Ler e compreender o que está escrito parece ser algo simples, mas não é. A atividade de hoje ajuda bastante a desenvolver estratégias. Disponibilizo quinze figuras e os alunos devem relacioná-las aos nomes escritos. Para tanto, é preciso pensar no som e encontrar a palavra correta. Eles devem então fazer a correspondência numérica simbólica e escrever o nome adequado abaixo de cada figura. Boa aula!

BUSCANDO NOMES

Como Produzir um Bom Texto – Parte 2

     Conforme prometido, estou publicando hoje a segunda parte da série ‘Como Produzir um Bom Texto’. A intenção principal ao iniciar o trabalho foi auxiliar o trabalho com produções de texto no que diz respeito à coerência e à coesão, que são as maiores queixas, pelo menos dos professores com os quais eu convivo.

     Há bastante tempo, afirmo que mapas mentais são uma boa opção, mas não é uma prática comum no Ensino Fundamental, então achei que seria legal mostrar um pouco de como é feito o trabalho. É por meio exatamente do mapa mental que o aluno com problemas de coerência consegue ordenar pensamentos e colocá-los em ‘blocos’, percebendo, inclusive, a divisão de parágrafos.

          Nesta segunda parte, explico um pouco do agrupamento de ideias. Como na primeira parte, devo lembrar que fiz tudo sozinha, então peço desculpas pela qualidade de som e/ou imagem. Desta vez, inclusive a filmagem foi feita por mim. Diria até que a cena de eu me filmando foi bastante cômica, pois filmar, desenhar e enquadrar ao mesmo tempo foi praticamente um malabarismo. Acredito porém que o conteúdo valerá a pena. Espero que gostem. Bom vídeo!

Segue abaixo, a aula em estilo ‘word’, totalmente editável:

COMO PRODUZIR UM BOM TEXTO – PARTE 2

Tirinha reflexiva

     Em meio passeio de hoje pela net, encontrei uma tirinha muito simpática da turma do Snoopy e achei que seria ótima para levar os alunos à reflexão, portanto já preparei uma atividade com ela e estou publicando.

     Acho o conteúdo das tirinhas do Snoopy muito boas para reflexão, embora não tenha ainda publicado nenhuma. Sou fã de quadrinhos – mais internacionais do que nacionais, talvez por influência de minha família – e cresci lendo todo tipo de quadrinho – Asterix, Mortadelo e Salaminho, Iznogud, Garfield, Snoopy,Calvin,  muitos da Disney, entre outros. O Snoopy pode não ser tão popular atualmente quanto era há anos atrás, mas certamente tudo tem sua própria utilidade na área pedagógica e acredito que também gostarão bastante da mensagem da tirinha, em prol de um mundo melhor. Boa aula!

UM MUNDO MELHOR

Dona Aranha – Parte 1

     Dona Aranha é uma música bem tradicional – em vários países, diga-se de passagem – e grande parte das crianças realmente sabem a letra, o que ajuda muito na hora de aplicar atividades para crianças em idade de alfabetização.

      Na verdade, foi bem diferente o modo como comecei a pensar nas atividades para esta música. Precisava de um tema novo para dar nas aulas de inglês que leciono e logo me veio ‘Itsy-Bitsy Spider’ no pensamento, pois é uma música muito conhecida e importante para crianças menores no que diz respeito à aprendizagem de inglês. Enquanto eu fazia as atividades, pensei que poderia adaptar várias para minha turma de alfabetização, então não parei de montar atividades. Fiz muitas, mas muitas mesmo e para vários níveis de alunos. Decidi, porém, postar em duas – ou mais – partes. Espero que apreciem também. Boa aula!

A DONA ARANHA 1 – trabalha com texto lacunado e estrutura da cantiga.

A DONA ARANHA 2 – trabalha com sequenciação e estrutura da cantiga.

A DONA ARANHA – CURIOSIDADES ARACNÍDEAS – palavras desordenadas que estimulam o desenvolvimento de estratégias de leitura, sequenciação e consciência fonológica.

A DONA ARANHA – DEDOCHES – os alunos podem usar os dedoches enquanto cantam a música.

Mais três de brincadeiras…

     Aproveitando o projeto com minha classe e também a popularidade do tema ‘folclore’ em agosto, decidi postar hoje mais três atividades que trabalham com brincadeiras tradicionais. Segue ao lado de cada uma a explicação. Boa aula!

MINHA PESQUISA  –  seguindo o estilo da atividade ‘A Pesquisa de Gigi’, postada na última semana, os alunos devem anotar o resultado da pesquisa sobre brincadeiras que fizeram na lição de casa. Montam nesta atividade também uma tabela e um gráfico.

CRUZADINHA DAS BRINCADEIRAS TRADICIONAIS – uma cruzadinha bem simples, que traz o nome de algumas das brincadeiras mais enfocadas no trabalho.

À CAÇA DAS BRINCADEIRAS – os alunos devem desembaralhar os nomes das brincadeiras e encontrá-los no caça-palavras.

Cápsula do Tempo – Português e Matemática

     Achei esta atividade muito legal no momento em que preparei. Ela alia perfeitamente saberes de matemática e de português, podendo ainda ser ampliada para história.

     Na primeira parte, explico brevemente o que é uma cápsula do tempo e apresento quatro cápsulas matemáticas de tempo. O interessante em cada uma delas é que o aluno descobrirá o ano em que foram enterradas ao somar todas as quantidades de objeto apresentadas dentro da cápsula. Enquanto eu fazia, pensei que seria bem legal, caso algum período histórico estivesse sendo trabalhado, os alunos montarem cápsulas com objetos relevantes do período, também somando o ano em questão.

      Na segunda parte, eles devem escolher uma das cápsulas e explicar o motivo de os conteúdos serem importantes para ilustrar a data em que foram enterrados. Devem então montar uma cápsula do ano em que estamos, tomando o cuidado de colocar lotes de objetos que sejam relevantes e que, ao serem somados, resultem no número do ano em que estamos. O mesmo pode também ser feito no trabalho com história. Boa aula!

CAPSULA DO TEMPO