Arquivo da categoria: Alfabetização

Coordenação Motora Fina

      Atendendo ao pedido de uma professora, estou publicando duas atividades que contemplam a coordenação motora fina. Costumo sim fazer atividades deste tipo com as crianças, porém tenho o hábito de fazê-las de próprio punho, já que tenho facilidade de desenhar. Elaborei duas no word e estou publicando-as aqui.

       Com a popularidade da ‘mania’ de construção da escrita, passamos a fazer o papel dos psicólogos que tratam da aprendizagem e analisamos com relatórios e sondagens nossos alunos. É bastante comum alunos terem ido ao psicólogo e a mãe me dizer que parou de levar porque não via resultados. Não estou dizendo que o papel dele não seja importante ou desvalorizando a profissão.

          Em minha visão, o que estou tentando explicar é que todos se preocupam tanto em analisar a criança e sua escrita, que atividades importantes, que antes eram trabalhadas, não têm mais um lugar ao sol nas salas de aula. Cada vez menos trabalha-se coordenação motora fina com as crianças, porque não é uma exigência como a sondagem e cada vez mais há problemas no ciclo II por conta disso. Quem perde nessas divagações é realmente o aluno.

          Não me importa em que ano / ciclo está o aluno, sempre aplico. Se são maiores, complico um pouco a comanda. Pode ser dado como lição de casa, lição de fim de aula – que eles não rendem pensamento mesmo e até mesmo como passatempo para os que acabam primeiro. O mais importante é usar. Se você não costuma dar esse tipo de atividade, proponho que dê uma vez por semana durante apenas um mês. Garanto que lhe dará mais resultados visíveis do que os dois meses perdidos somente com relatórios, papeladas e divagações sobre como funciona a escrita no cérebro de seu aluno. Boa diversão!

ESCAMAS DE PEIXE

TRÊS PORQUINHOS – MOTRICIDADE

Palavras com LH

     Durante a alfabetização há muitos alunos que apresentam dificuldade em identificar o lh e costumam colocar li em seu lugar.

     Estou trabalhando exatamente isso com meus alunos, portanto disponibilizo neste ‘post’ uma atividade inicial.  Você pode estar se perguntando como será que faço para trabalhar com a ortografia, isso se achar a atividade interessante. Somente apresentar aos alunos e explicar não é muito de meu feitio, principalmente no que diz respeito à ortografia.

     As palavras com G e J que postei anteriormente foram trabalhadas exaustivamente – para mim – de maneira primeiramente lúdica – para os alunos – e só depois passadas para o papel. A de três partes, por exemplo, ampliei quatro dos desenhos idênticos aos da folha e pedi que os alunos identificassem as palavras, dissessem se eram com g ou j e reforçassem qual desenho deveria ser feito. Em seguida, mostrei outros desenhos que apresentavam estas dúvidas e eles separaram em dois grupos, de acordo com a grafia.

     No caso do LH, estou começando agora e vou primeiro apresentar os desenhos para os alunos. Neste caso, desenho na lousa, já que tenho esta habilidade. Se você preferir, pode ampliar desenhos no computador, tirados da própria atividade. Em seguida, escolherei alguns e farei a atividade na lousa. Em seguida, entregarei a folha e os alunos irão fazer. Se gostou da dica, use-a. Se não gostou, trabalhe da forma que desejar. De qualquer maneira… boa aula!

PALAVRAS COM LH - os alunos devem escrever os nomes das palavras, separar as sílabas e re-escrever as palavras em letra cursiva. Se desejar, você pode mudar a comanda.

Ortografia – g ou j – continuação

     Trabalhei com minha classe palavras com g e com j no caderno, em roda de conversa e durante alguns jogos. Mesmo assim, ainda há algumas crianças que me perguntam se a palavra é com g ou com j. Desta forma, decidi fazer algumas atividades a mais sobre o assunto e estou postando as três aqui.

     A dificuldade de cada atividade é diferente, porém meu objetivo maior é que eles se habituem à palavras de modo a estabilizá-la. Talvez lhe sejam úteis as atividades, também. Boa aula!

G OU J – LIGA PONTO - os alunos devem completar as palavras com g ou j, re-escrever e ligar ao desenho.

G OU J – TRES EM UM - três atividades em um único exercício: os alunos devem completar a palavra, classificar como na legenda e fazer o desenho.

G OU J – MONTA PALAVRAS - as palavras já estão separadas em g ou j. Os alunos devem recortar as sílabas e montar os nomes das palavras.

SEU ALUNO NÃO É BOM PRODUTOR DE TEXTO? – ENTENDA O PORQUÊ E RESOLVA JÁ!

     A maior parte das formações que recebemos enfoca a alfabetização. Os estudiosos estão tão interessados em descobrir como a criança constrói a escrita, que quase nunca se preocupam com o que acontece na manutenção da mesma. Isso tem criado, nas séries subsequentes à alfabetização, grandes lacunas no que diz respeito à produção de texto.

     Os problemas quanto à produção de texto ficam se repetindo em todas as séries e o que os professores têm em mãos – que são pequenas indicações e livros didáticos com atividades pobres – não dão conta de solucionar o que realmente é necessário.

     Atividades de paragrafação, pontuação, ortografia e toda a parafernália criada para se adaptar a um novo modelo de alfabetização – que até agora não se mostrou realmente eficaz – não são a resposta às preces das professoras. Na realidade, o aluno não precisa saber paragrafação e sim o conceito da mesma, que não acontece diretamente com modelos de parágrafo. Ele não precisa de exemplos de pontuação, precisa sim é de conceitos internalizados que o levarão a realmente compreender a função da pontuação.

          Refleti muito sobre o assunto, observei textos e ouvi professores com problemas em produções dos alunos. Cheguei à teorias realmente interessantes, porém de longas explicações. Como é impossível contar toda a teoria em uma única postagem, vou adiantar que o trabalho que nos fazem exercer é superficial. Não trabalhamos com sequenciação ( coerência, encadeamento de ideias ), ideia principal, causa e consequência, fatos e opiniões, contextualização, inferência e contexto vocabular.

          Tudo o que cito no parágrafo anterior é o que leva uma criança a produzir um bom texto e nenhum dos itens tem atividades próprias a eles. Tudo é ‘jogado’, sem observar de verdade do que se trata. Produzir um texto é como investigar um fato em ciências. Se não conhecemos os elementos e a reação que um causa no outro, não dá certo.

          Como sou totalmente contra teoria pura e pouca prática, vou adiantar para vocês um pouco de trabalho com sequenciação. São atividades desse tipo que auxiliarão o aluno a ter coerência. Espero que vocês gostem. Boa produção de texto!

SEQUENCIAÇÃO – A CASINHA - uma sequência de desenhos. O aluno deve observar cada traçado da sequência e reproduzi-lo no espaço abaixo. Ajuda a perceber as fases de um desenho e, mais para frente, as etapas de um texto. Sem informações assim, o aluno não terá internalizado o conceito de coerência.

SEQUENCIAÇÃO – OLHO GORDO - mesma atividade anterior, com menos etapas. Como vocês sabem, acho insuficiente trabalhar um conceito apenas uma vez.

SEQUENCIAÇÃO – UMA HISTÓRIA, QUATRO PARTES - já trabalha com sequenciação de texto. São duas sequências desordenadas para organizar. Após organização, o aluno deve repetir a sequência, re-escrevendo-a na ordem correta e fazendo ilustrações. Auxiliará a criança a perceber a importância temporal de uma história. Na última parte, o aluno inventa sua própria sequência.

SEQUENCIAÇÃO – IRMÃOS VOADORES - trabalha a sequenciação dentro da interpretação de texto. A princípio, parece ser fácil, porém posso garantir que alunos com dificuldade em coerência certamente terão dificuldade em cumprir o que se pede, pois não observam detalhes.

Ideia de divisão e multiplicação – 3 atividades

     Compreender a multiplicação e a divisão antes mesmo de começar a fazê-las convencionalmente é algo imprescindível para que a criança tenha bons resultados nesta parte da matemática. Muitos não entendem nem como acontece essas operações no concreto e é muito difícil encontrar boas atividades que tratem da ideia da divisão e da multiplicação em lugar de ensiná-las diretamente.

     Por esse motivo e atendendo à um pedido de uma professora de minha escola, estou publicando três atividades, todas de real introdução às operações citadas. Espero que você tenha um bom início de explicação com elas. Boa aula!

A COLEÇÃO DE CARRINHOS - os alunos devem recortar as imagens da coleção de carrinhos de um menino e distribui-las igualmente em caixas, colando-as. Quer mais concreto que isso?

DE MOEDA EM MOEDA - para conseguir comprar um carrinho, um menino recebe dois reais por entrega de doces feita. Os alunos devem descobrir quanto ele irá ganhar, de acordo com as entregas já feitas e se será possível fazer a compra.

COMIDA PRA CACHORRO! - uma menina compra um pacote de biscoitos caninos e quer dividi-los igualmente entre seus cães. Recorte e colagem para perceber a divisão no concreto.

Ortografia – g ou j

     Bem, após duas postagens longas seguidas, vamos ao que mais interessa a vocês.

     Nesta postagem, estou atendendo a alguns pedidos sobre ortografia. Comecei com algo fácil, que é a ortografia do g e do j quando unidos às vogais e e i. O som é o mesmo, portanto os alunos se confundem bastante no momento da escrita.

     A atividade consta de uma cruzadinha com dez palavras, que devem depois ser separadas em categorias de acordo com a grafia. Em seguida, os alunos devem escrever frases sobre as figuras trabalhadas.

     Perceba que o aluno irá trabalhar com a mesma informação por três vezes seguidas, de uma só vez. Isso irá permitir que ele possa memorizar com maior facilidade as grafias trabalhadas. Não significa, porém, que deva ser a única atividade a trabalhar com o tema. Outras atividades também se fazem necessárias. Boa aula!

CRUZADINHA – G OU J

Fábula Contemporânea – quatro atividades prontas para uso

     Todo ano é a mesma coisa: está lá o gênero fábula para trabalhar e acabamos aplicando as mesmas fábulas ‘batidas’ de sempre, com os mesmos exercícios de re-escrita e interpretação. Tem professor que já nem aguenta mais dar isso e a reação dos alunos parece até ‘replay’ do ano anterior.

      Bem, uma boa – e engraçada – alternativa, são fábulas contemporâneas. Jon Scieszka, o mesmo autor da ‘Verdadeira História dos Três Porquinhos’ – conhecidíssimo – tem uma seleção grande e todas elas com fatos engraçados do cotiano das próprias crianças.

     Esta que estou publicando é uma de minhas favoritas e é bastante ousada para o gênero. Espero que vocês gostem. Boa aula!

FÁBULA CONTEMPORÂNEA – PARTE 1 - atividade de introdução à fábula, com tarefa de pesquisa de semelhanças entre personagens para estabelecimento de relações humanas.

FÁBULA CONTEMPORÂNEA – PARTE 2 - texto da fábula na íntegra, com questões de compreensão de texto.

FÁBULA CONTEMPORÂNEA – PARTE 3 - re-escrita da fábula em forma de hq.

FÁBULA CONTEMPORÂNEA – PARTE 4 - a tal da re-escrita tradicional que sua escola provavelmente vai lhe pedir como sondagem.

Atividade realmente PARA LEITURA

     Todas as vezes que procuramos atividades com enfoque na leitura, o que encontramos são aquelas atividades paupérrimas, de sempre, que mostram uma figura e você deve circular o nome da mesma. Certamente, a pessoa que inventou este tipo de atividade não imaginou que estaria simplificando o ato de ler e prejudicando a construção do processo de leitura do aluno.

     Não é porque estou criticando o tipo de atividade, que afirmo não usar. Certamente utilizo essas atividades com enfoque mais antigo, que relacionam figura à palavra escrita, porém estou lançando aqui um alerta, pois este tipo de atividade não estimula o exercício de ler. Para ler com fluidez, não se pode associar fatores externos à escrita dentro de sua leitura. O que quero dizer é: se você usou minha última sondagem de português, que continha um quadro de análise da leitura de seus alunos, poderá afirmar que as indicações de atividades do tipo PROFA e chamadas de construtivistas não são suficientes para formar um aluno realmente alfabetizado, ou seja, com fluência em leitura e escrita.

          As duas atividades que estou postando não possuem figuras, o que impede a interferência externa no momento da leitura. A falta de interferência proporciona também maior grau de concentração – extremamente necessário no momento da leitura. Fiz duas atividades, pois posso afirmar que apenas uma será insuficiente para seus alunos.

          Os alunos devem ler a categoria indicada em cada quadro e colorir apenas os nomes correspondentes à mesma. Boa aula!

LEIA COM CUIDADO!

LEIA COM CUIDADO! DE NOVO!

Jogo de Percurso para Imprimir

     Às vezes, quero trabalhar com jogo de percurso, porém acabo não conseguindo, por uma série de motivos: não há o suficiente para todos na sala, encontrei o jogo em algum livro e, como está colorido, não é possível copiar, há muitas/ poucas regras e não é tão legal assim entre outros.

     Estou postando um jogo de tabuleiro que eu mesma preparei. Ele é simples, mas dá margem para um trabalho bem legal.

     Um pirata deve chegar ao seu tesouro. Para isso, deve percorrer o caminho com um contador (geralmente corto pedacinhos de EVA para serem contadores ) de acordo com o número obtido em um dado. Pelo caminho, coloquei alguns obstáculos. Vence quem chegar primeiro ao baú de tesouros.

     Para complementar o jogo, o professor pode pedir que os alunos descrevam um pirata, que escrevam uma narrativa contando como foi a aventura do pirata para chegar ao seu tesouro, que elaborem um mapa do tesouro, com distâncias reais, que montem novas regras para o tabuleiro e tudo o mais que a criatividade permitir. Espero que você e seus alunos se divirtam. Boa aula!

JOGO DE PERCURSO – CAÇA AO TESOURO

AS FRUTAS – PARA ALFABETIZAÇÃO

     Todas as atividades que estou postando hoje são relacionadas ao tema ‘frutas’ e indico para alunos em fase de alfabetização.

      Há atividades variadas, todas relacionadas às mesmas palavras, o que poderá possibilitar uma maior estabilidade dos alunos nessas palavras. Boa aula!

AS FRUTAS – ESCRITA - os alunos devem escrever o nome das frutas.

AS FRUTAS – RECORTE E COLAGEM - os nomes das frutas devem ser recortadas e coladas no lugar adequado.

SALADA DE FRUTAS - os alunos devem desembaralhar o nome da fruta, escrever frases e representar por desenho.