10 maneiras de incentivar a leitura! – Participe do concurso!

Conforme prometido, estou lançando hoje, oficialmente, o concurso de incentivo à leitura.

Para participar, basta deixar um comentário explicando como você incentiva a leitura. A melhor resposta ganhará um kit com 5 livros de leitura – maravilhosos! – entregues pela Fundação Bunge por meio do projeto “Pé de Livro”. Há comentários e sugestões sobre os livros no blog http://www.fundacaobunge.org.br/semear-leitores/ – vale a pena conferir!

Você pode enviar seu comentário sobre como incentiva a leitura até o dia 12 de julho. O resultado será publicado em uma postagem no dia 14 de julho e enviarei os dados do ganhador para a Fundação para que o kit possa ser entregue em sua residência.

Enquanto isso, para inspirá-lo, deixo abaixo “10 maneiras de incentivar a leitura”. Para não falar muito e atrapallhar possíveis respostas de comentário, escrevi apenas dicas mais gerais.  Boa leitura e bom comentário!

1. Leia histórias variadas – quanto mais as crianças têm contato com a leitura, em geral, mais fácil será a integração desta em sua vida cotidiana. Cada história traz um novo mundo e o contato com a variedade pode propiciar o interesse com maior eficácia.

2. Incentive o amor por rimas e cantigas – pode parecer estranho, mas o trabalho de incentivo à rimas e cantigas propicia o amor da criança pelas palavras. Quanto mais a criança “brincar” com as palavras, mais irá gostar delas. Além disso, cantigas e rimas treinam a memorização e a consciência fonológica.

3. Demonstre prazer na leitura – quando fazemos algo por prazer, é muito mais fácil transmitir para outra pessoa. Se você leu uma história ou artigo que gostou muito, conte à criança, para que ela possa perceber como é gostoso ler e aprender novas coisas.

4. Aumente o vocabulário – quando a leitura é feita entre duas ou mais pessoas, fica mais fácil perceber detalhes do texto. Quando a criança já sabe ler ou já tem maturidade suficiente, passe para a leitura de histórias com um vocabulário melhor e procure mostrar curiosidade por palavras que possam ser novas para ela, ou mesmo pergunte se ela percebeu alguma palavra ‘estranha’. Isso irá lhe incentivar a perceber a importância de saber novas palavras e de conhecer seu significado, instigando-a  a melhorar sua leitura e seus conhecimentos – um desafio.

5. Proporcione situações de leitura da própria produção – após ler uma história ou mesma depois de algum acontecimento importante em família ou na escola, incentive a criança a registrar por meio de desenhos ou escrita o que aconteceu. Desta forma, toda vez que o registro for lido, você pode relembrar o acontecimento ou a história com a criança, para que ela perceba a importância da escrita/desenho no registro de fatos importantes.

6. Faça a leitura com indicação do dedo – para que a criança perceba que aquilo que você leu é o que está escrito no livro ou no papel, siga sua própria leitura com o dedo, indicando as partes lidas.

7. Incentive a escrita também – a escrita pode ser uma grande amiga da leitura. Ajude a criança a se corresponder com alguém por meio da escrita para que ela tenha o prazer de ler a resposta. A escrita será, desta maneira, uma grande aliada da leitura.

8. Crie um ambiente acolhedor à leitura – ter um ‘cantinho’ próprio para leitura é um grande passo para que a criança possa ‘curtir’ seu contato com os livros. Tenha alguns livros que a criança goste sempre juntos neste cantinho, que pode ser uma estante ou uma caixinha. Procure organizar este espaço em um ambiente acolhedor à leitura, bem tranquilo . Sempre que ela tiver vontade, poderá ir até o local e escolher uma leitura.

9. Dê o exemplo – crianças aprendem muito por imitação. Se elas observam que o adulto lê, irão seguir seu exemplo.

10. Propicie tempo para a leitura – faça da leitura uma rotina. Quanto maior o contato, mais facilmente a criança criará vínculos com o hábito. Saber que a hora da leitura está chegando e sentir prazer neste momento são itens essenciais à formação de amantes da leitura.

About these ads

30 Respostas para “10 maneiras de incentivar a leitura! – Participe do concurso!

  1. Gosto de incentivar a leitura trazendo bons livros para a sala de aula, procuro caprichar na colocação da voz e realizo inferências durante a leitura para estimular a antecipação dos fatos e é claro, dentro de um ambiente acolhedor onde a criança possa se sentir “dentro” da história.
    Sandra

  2. paulo tadeu ramos santos

    Tenho uma filha de 10 anos e que adora ler! Acho que um bom caminho para o incentivo á leitura é a escolha dos livros de acordo com o momento da criança. Não necessáriamente a sua idade, mas, o momento psicológico ou emocional. Faz com que os livros fiquem vivos para elas !

  3. Janaina Mariquito

    Sou apaixonada pela leitura e gosto de incentivar os alunos a serem também. Em algumas aulas gosto de ler algum gênero textual, em especial, contos ,crônicas e poemas e explorá-los em sala.Atualmente, estamos trabalhando as oficinas da Olimpíada de Língua Portuguesa e a cada aula lemos individualmente e, ou, no coletivo ou em grupos os poemas trabalhados. Eles pedem para ler várias vezes o mesmo poema. Um dos que eles mais gostaram foi “Trem de Ferro”-Manuel Bandeira e “Duas dúzias de coisinhas à toa que me deixa feliz”-Otávio Roth. Procuro de alguma forma melhorar na contação de história para que eles entrem em cada uma de forma lúdica.

  4. Tenho em minha sala de aula um projeto chamado “Ciranda da Leitura”. Ele consiste basicamente em uma malinha enfeitada com diversas ilustrações de “atos de leitura”. Dentro da malinha coloco diversos gêneros textuais e portadores de textos, tais como: contos populares, contos de fadas, poesias, textos informativos, lendas, fábulas, gibis, receitas,… Todas as semanas substituo textos jornalísticos ( entrevistas, reportagens e notícias) veiculados nos jornais locais. Há na malinha textos pra família toda e junto um caderno de anotações onde todos os membros da família do aluno podem escrever livremente sobre o que leram, sobre o livro que mais gostaram, sobre como foi receber a malinha em casa.
    A Ciranda acontece por sorteio, cada semana a malinha fica na casa de uma criança, até que tenha passado por todas e então recomeçamos o trabalho com novos livros e textos.
    Os objetivos do trabalho foram assim definidos:
    – Propiciar reflexão e análise sobre aspectos da língua e da linguagem, reconhecendo que os mesmos elementos de uma palavra falada, podem ter significados diferentes na escrita;
    – Levar o aluno a refletir e entender que a leitura pode ser fonte de informações, de prazer e de conhecimento;
    – Capacitar o aluno a identificar os pontos mais relevantes de um texto;
    – Expressar seus sentimentos, experiências, idéias e opções individuais.

    Na malinha ( do lado de fora) há uma frase da Maria Dinorah que adoro:
    “O livro é aquele brinquedo por incrível que pareça, que entre um mistério e um segredo, põe idéias na cabeça.”

  5. Confeccionei uma sacola para cada aluno para realizar o Projeto de Leitura.Toda sexta-feira eles escolhem um livro da caixa de leitura e levam para casa. Dentro da sacola vão as orientações para os pais de como ajudar/orientar as crianças. Eles compartilham com seus familiares e na segunda-feira fazemos uma “roda da leitura” onde cada um apresenta o livro que levou e fala sobre ele, se gostou ou não, se recomenda aos colegas. Tenho duas caixas de livros em sala e elas são muito apreciadas pelos alunos. Levo um jornal que é direcionado as crianças e que saí no sábado, eles adoram, e faço atividades com as reportagens, os assuntos são diversos e agradam a garotada. No final do terceiro bimestre será realizada nossa Feira do Livro e meus alunos irão mostrar obras de suas autorias.

  6. Segundo minha supervisora meus alunos são meu espelho! Apaixonados pela leitura. Uma das minhas dicas é uma vez por semana trazer um resumo com atividades de um livro novo que está na nossa biblioteca! Colocando a água na boca! E logo, alguns dias depois fazer a contação da história na sala. Temos também o livro viajante, uma bolsinha (com o livro, um caderninho, e bichinhos da história confeccionados pela bibliotecária) todos os dias ela visita um aluno e sua família. A criança lê com os pais e depois deixa um comentário no caderninho sobre o livro lido. São tantas maneiras de incentivar meus alunos, que é impossível não ver os resultados! Temos uma caixa de livros na sala de aula onde todos podem, estar lendo e manuseando os livros, geralmente quando acabam as atividades! Agora estamos com um projeto maravilhoso de música, onde minhas crianças irão produzir uma música sobre a preservação do meio ambiente, não preciso nem dizer a quantidade de bons textos que trouxe para que eles tenham excelentes ideias e possam estar realizando essa tarefa!

  7. Kelly Reis Francisco Oliveira

    Incentivo a leitura dos meus alunos mantendo dentro da sala um caixa de livros literários, onde três vezes por semana^os alunos fazem as trocas. A cada dia que passa os livros se tornam poucos devido o aumento da procura. Após alguns dias renovo a caixa e assim a curiosidade deles os leva a ler mais e mais. Também trabalho muito com revistas e panfletos de supermercados. Em casa incentivo a leitura de minha filha desde os 2 aninhos, com livros próprios para sua faixa etária. Ler é aprender! Ler é viver!

  8. Sou professora de informática e assistência pedagógica, incentivo a leitura lendo livros digitalizados, mostrando aos alunos que a leitura pode ser realizada de várias maneiras e formas e que encontramos livros tanto impressos como na tela do nosso computador. Temos um data show na escola e nele realizamos nossas leituras também, a criançada adora, esta é mais uma forma de inovar, chamar a atenção e despertar o interesse deles pela leitura.

  9. Andrea Regina Nolasco

    Amo ler e em minha sala de aula os livros são tesouros valiosos, organizei uma biblioteca com diversos gêneros textuais, onde todos os dia fazemos a leitura diária no inicio das aulas e depois de terminadas as atividades as crianças tem a liberdade de escolherem os livros para leitura, comprei varias outras coleções para trabalhar projetos de leitura na sala alem das visitas semanais a biblioteca da escola. As crianças ainda contam a sacolinha da leitura onde cada dia um aluno leva para casa, livros para lerem com a família e depois relata à sala a experiência vivenciada. Através desde contato direto e constante com a leitura, aproveitei para trabalhar com a sala o projeto Contos de Fada, o resultado foi maravilhoso na qual ajudou muito nas produções de escrita das crianças. Esse trabalho com a leitura proporcionou as crianças o habito e apreciação pela leitura.

  10. Ana Cristina Motta

    Para formar leitores devemos ler com os educandos e ler para eles. A prática da leitura deve ser diária e cotidiana. Ler por ler, ler para aprender ou para buscar uma informação. Busco sempre como aliada a leitura de livros de Literatura Infantil, onde mergulhamos nas histórias e criamos e recriamos contextos e significados. Atualmente estamos trabalhando com o livro Felpo Filva de Eva Furnari.Um projeto com muitas mãos, olhos e leitores. Estamos conhecendo um universo de tipologias textuais, aprendendo uma porção de coisas e nos divertindo muito com tudo isso.

  11. MICHELINE BORTOLI

    ADORO LER. EM CASA MEUS FILHOS SEGUEM O MESMO CAMINHO. NÃO ESTOU EM SALA DE AULA, COORDENO PROFESSORES DE EDUCAÇÃO INFANTIL ATRAVÉS DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO, NOSSO TRABALHO É INTENSO NA QUESTÃO DE INCENTIVO A LEITURA. ALÉM INCENTIVAR OS PROFESSORES INDICANDO BIBLIOGRAFIA, TAMBÉM PROMOVEMOS OFICINAS DE LITERUTURA COM DICAS DE BIBLIOGRAFIA INFANTIL E FORMAS DE COMO TRABALHAR E INCENTIVAR A LEITURA. ONTEM, 03/07 FINALIZAMOS UM PROJETO DE LITERATURA DE CLÁSSICOS INFANTIS, DEPOIS DE UM SEMESTRE DE TRABALHO NAS ESCOLAS, ALGUNS CLÁSSICOS FORAM DRAMATIZADOS PELAS ESCOLAS COM UM GRANDE FESTIVAL, TODAS AS ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL PARTICIPARAM E FOI DISTRIBUIDO UM TOTAL DE 5.000 EXEMPLARES DE VÁRIOS AUTORES. E NOSSO OBJETIVO FOI ALCANÇADO QUE ERA ALÉM DO INCENTIVO A LEITURA, DISLUMBRAR CRIANÇAS E ADULTOS COM O ENCANTAMENTO E MAGIA DOS CLÁSSICOS INFANTIS.

  12. ARISLANY DE QUEIROZ SATHER

    Eu incentivo a leitura em minha escola através de dois projetos… o primeiro se chama “LÊ PRA MIM” e tem por objetivo fazer com que as crianças levem para casa uma pasta com um livro e um caderno perguntas… este livro só pode ser lido pelos pais para as crianças e se possível na hora de dormir… após a leitura os pais devem responder o caderno de perguntas onde constam questionamentos acerca de seus hábitos de leitura, interesses literários, influência e estímulos na leitura de seus filhos… os relatos são emocionantes pois os pais criam laços ainda mais fortes com os filhos.
    o segundo projeto se chama “HORA DA LEITURA” que consiste em fazer com que exista um número de livros de acordo com o número de alunos em sala de aula…. cada aluno possui também um caderno…. todas as segundas feiras os alunos pegam um livro e permanecem com ele durante a semana inteira, os mesmos devem ler o livro e fazer registros no caderno referentes a um resumo do livro….é uma ótima atividade porque além de desenvolver a leitura trabalha também a escrita, a criatividade, as artes no momento de fazer um desenho que represente melhor o livro que foi lido.
    Os dois projetos foram criados por mim e possuem ótimos resultados, um trabalha as relações em casa que muitas vezes se perdem devido a correria diária dos pais e o outro trabalha o intelecto.

  13. Célia Ap. Guedes

    Janaína eu incentivo a leitura em minha escola com dois projetos o primeiro é “LER:UM GRANDE PRAZER”, e o segundo uso um projeto que você conhece muito bem pois é seu que é “PROJETO PEQUENO LEITOR”, com textos riquíssimos para que o aluno possa ler com prazer.
    Acredito que não se forma bons leitores se eles não têm um contato íntimo com os textos. Há inúmeras maneiras de fazer isso. O importante é que o material escrito apresentado aos alunos seja interessante e desperte a curiosidade das crianças.
    O objetivo do projeto de leitura é criar situações para contextualizar a necessidade de ler e escrever textos, através das quais os alunos sejam capazes de:
    * ampliar sua visão de mundo e da cultura letrada;
    *estimular o gosto pela leitura, vivenciando emoções, fantasias e imaginação;
    *enriquecer o vocabulário melhorando a estrutura gramatical e as normas da Língua Portuguesa;
    *saber falar, escutar, ler e escrever;
    *incentivar o contato de livros desde cedo;
    *tornar a leitura um ato prazeroso;
    *possibilitar a integração dos pais com os filhos através do projeto leitura, para que se torne um hábito familiar;
    *estimular os alunos a participar ativamente da troca de livros na biblioteca.

    Sou Célia AP. GUEDES, professora da escola EM “GILBERTO LEX”,em Tarumã, com uma classe de 3º ano do Ensino Fundamental .

  14. Kamila Lima de Santana

    Incentivo os meus alunos por meio de leituras diárias no início das aulas. Desde o início do ano letivo seleciono um gênero textual por semana, neste semestre li para as turmas: causos caipiras, contos de assombração, contos de fadas, contos africanos, contos árabes, fábulas, biografias, entrevistas, lendas indígenas, curiosidades, notícias, cordéis, poemas, piadas, literatura infantil… Como os alunos sabem o gênero da semana eles trazem sugestões e chegam na sala de aula cheios de expectativas… Por exemplo na semana dos Contos de Assombração durante a leitura as luzes da sala foram apagadas, promovendo um ambiente diferente e envolvente para este tipo de leitura; na semana das piadas, os alunos trouxeram várias sugestões e foi necessário fazer um festival de piadas… A partir da participação dos alunos e do contato com diversos gêneros sugeri que trouxessem para a sala de aula textos dos gêneros lidos, esta atividade é nomeada como “Caçadores de textos”. Os textos que os alunos trazem são organizados em um cantinho de leitura de acordo com os gêneros e ficam disponíveis para a leitura espontânea, juntamente com uma caixa de livros de literatura infantil, revistas e gibis. Na escola em que trabalho tenho a felicidade de contar com a parceria da professora da Sala de Leitura que promove empréstimos de livros quinzenalmente para os alunos, muitos procuram levar livros de acordo com a leitura inicial realizada na sala, sinal que a “propaganda” está dando certo!!!!!

  15. Regina Célia Manfio Marroni Dias

    Regina Célia(Tarumã-S/P)
    Leitura faz muito bem á todos….adoro ler…no momento não estou em sala de aula…sou Psicopedagoga/Psicóloga..incentivo muito minhas crianças a lerem sempre…não só livros, mas revistas,gibis,jornais, artigos etc…Em nosso município temos vários projetos de leitura, inclusive um que fascina á todos, que tem a oportunidade de conhecer.Temos uma antiga olaria de de tijolos desativada á muito tempo, já restaurada e fascinante. Todas as crianças da rede municipal tem a oportunidade de ler e ouvir histórias dentre de um dos fornos, foram reformados e a cada mês é agendado para as crianças esses momentos de leitura. As crianças são transportadas todas em um veículo em formato de trenzinho e todo colorido. A cada mês esse espaço é decorado de acordo com os temas, são histórias contadas por profissionais sendo professores e estagiários da Educação.Quem tiver a oportunidade de conhecer…vale muito á pena…é uma viagem que agrada á todos… Parabéns aos profissionais, aos municipes, e toda a equipe que sempre deseja o melhor para nossas crianças. Sucesso á todos….

  16. Regina Célia Manfio Marroni Dias

    Regina Célia(Tarumã-S/P)
    Leitura faz muito bem á todos….adoro ler…no momento não estou em sala de aula…sou Psicopedagoga/Psicóloga..incentivo muito minhas crianças a lerem sempre…não só livros, mas revistas,gibis,jornais, artigos etc…Em nosso município temos vários projetos de leitura, inclusive um que fascina á todos, tenham a oportunidade de conhecer.Temos uma antiga olaria de tijolos desativada á muito tempo, já restaurada e fascinante. Todas as crianças da rede municipal tem a oportunidade de ler e ouvir histórias dentro de um dos fornos, foram reformados e a cada mês é agendado para as crianças esses momentos de leitura. As crianças são transportadas todas em um veículo em formato de trenzinho e todo colorido. A cada mês esse espaço é decorado de acordo com os temas, são histórias contadas por profissionais sendo professores e estagiários da Educação.Quem tiver a oportunidade de conhecer…vale muito á pena…é uma viagem que agrada á todos… Parabéns aos profissionais, aos municipes, e toda a equipe que sempre deseja o melhor para nossas crianças. Sucesso á todos….

  17. Neste momento de ferias estou enviando, à alguns alunos com dificuldades de leitura, mensagens sms, com intuito de despertar a vontade de ler mais. Ta dando resultado.

  18. Incentivo meus alunos a ler, faço leitura diarias e estamos trabalhando o projeto “Quem canta seus males espanta”, eles adoram cantar, fazemos a leitura da letra, cantamos e para finalizar a reescrita.

  19. Para incentivar a leitura trabalho com os meus alunos do 1º Ano e com os seus familiares o Projeto “Ler e Aprender” o objetivo geral do projeto é desenvolver o gosto e o prazer pela leitura. Os objetivos específicos são: – desenvolver a linguagem oral e escrita, de modo a ampliar o vocabulário, o repertório linguístico; – incentivar a reflexão e o posicionamento crítico perante uma leitura, objetivando culminar na sistematização e no prazer do ato de ler diferentes tipos de textos; – estimular a leitura dentro do lar, com o envolvimento dos pais; – ampliar a atividade da leitura fora do ambiente escolar; – aprender a responsabilizar-se por todo material e principalmente o material de empréstimo.
    Os alunos levam para casa uma malinha denominada “Maleta da Leitura”. Dentro da maleta coloco diferentes gêneros textuais e diferentes portadores de textos: contos, lendas, fábulas, poemas, parlendas, cantigas de roda, músicas, histórias em quadrinhos, livro de receitas, jornal local, folders, revistas informativas, revista Ciência Hoje e um caderno de registro onde os pais e os filhos respondem algumas questões: 1 – Converse com seu (a) filho (a) e procure descobrir qual foi a leitura que ele (a) mais gostou de ouvir/ler? 2- Qual foi a leitura que você mais gostou (papai e mamãe)? 3- Participaram deste momento: ( ) papai, ( ) mamãe ( ) irmãos, ( ) avós, ( ) tios, ( ) outros. Quem? 4- Relate como foram os dias em que a maleta da leitura visitou a sua casa. 5- Desenhe a história que você mais gostou? (aluno (a)). São duas maletas que circulam entre os alunos o aluno que leva a maleta na 2ª feira devolve na 4ª feira, o aluno que leva na 4ª feira devolve na 6ª feira e o aluno que leva na 6ª feira devolve na 2ª feira, quando a maleta tiver circulado entre todos os alunos é feito a substituição dos gêneros textuais e dos portadores de textos e assim continua o projeto. Faz parte também do projeto o “Cantinho da Leitura” e o “Caderno de Leitura” contendo músicas, poemas, parlendas, trava-línguas, cantigas de roda que foram trabalhadas em sala de aula (ambos usados em sala de aula).
    O projeto tem sido um sucesso com participação total dos pais e dos filhos.

  20. Dijacelma Bastos

    Janaina, incentivo a leitura começa com a leitura de um bom livro, e em outras vezes uma boa contação de histórias,da propria história lida com personagem e acessorios ue envolvem todos os alunos,nesse momento antes de começar a contar sempre tenho uma música que já diz é inicio da contação,depois disso aproveitamos a atenção ao ue foi lido e proponho uma reescrita da história de como cada um imaginou a história.
    Temos uma caixa com livros e uma com gibis e revistas que ficam no sala para ue assim que terminem sua atividade possam ler,tambem estipulamos um dia da semana para realizar a biblioteca em sala,lemos, falamos sobre os autores,sobre os livros e tipos de generos e seus diverso portadores de informação e noticia.Fazemos a sacolinha com textos e livros que são lidos em casa no final de semana, e depois realizamos a roda da conversa e da novidade sobre o livro lido e comentado pelos pais dos alunos.

    Sou Dijacelma Bastos professora 3 ano do ensino fundamental 1, Escola Estadual Frei Paulo Luig, em São Paulo,

  21. simoni bianchini

    Para incentivar ainda mais a leitura, trabalho com um projeto “leitura em família” tendo como alvo principal o desenvolvimento da linguagem oral e da escrita, proporcionando as crianças diversos tipos de textos e momentos prozerosos na escola e em familia. Confeccionei uma mala mágica, contendo um caderno volante, onde a criança escolhe o livro no cantinho da leitura, e o mesmo é colocado na mala. No caderno disponibilizo duas páginas onde a criança relata com a escrita o momento em família e a parte que mais gostou e/ou menos gostou da história, e na outra, a criança ilustra a parte que mais gostou, fazendo uma re-leitura do livro. O rodízio é feito com todas as crianças, e no dia seguinte a criança que levou a mala, conta a história para os colegas de sala.
    Não posso deixar de relatar que elaborei um projeto “Era uma vez”, e toda quarta-feira, a acolhida é feita com diversos livros onde as crianças tem autonomia de escolha e é feito um sorteio para a leitura na sala, proporcinando um momento de desafio e coragem para o leitor. o objetivo principal do projeto”Era uma vez” é saber falar, escutar, ler e escrever.
    SOU SIMONI , PROFESSORA DE ALFABETIZAÇÃO ( 1º ANO)

  22. Alessandra de Oliveira Matins

    Leitura é conhecimento.
    Através da leitura levamos o aluno a conhecer o mundo,os outros e a si mesmo. A ampliar o vocabulário e o conhecimento linguístico.
    É necessário que o professor venha despertar o interesse dos alunos através de um prévio conhecimento sobre as características e gênero do texto, que pode ajudar muito, também, na compreensão. Construindo repertório para a produção de outros textos.
    O professor que ama a leitura ensina seus alunos a ter “prazer pela leitura’.

  23. Marília Cunha Pinto

    O incentivo da leitura começa pela essência da alegria de ouvir muitas e muitas histórias, de transcender o cotidiano e o ambiente cultural em que a criança se encontra. Sendo assim, vivenciar de forma diária o contato com os livros até que pertençam de forma natural ao hábito diário de viver;

  24. jaci vasconcelos

    para incentivar a leitura peço para ouvir musica e comentamos sobre ela e ainda faço brincadeiras com algumas leituras de historias infantins e peço para fazer algum tipo de comentario com alguns objetos citados na sala de aula,peço para inventarem ou contarem historias

  25. Acho que o exemplo é tudo. 1) Se os pais lêem perto dos seus filhos, com certeza eles serão motivados a fazer o mesmo. Eu fiz isso com os meus filhos e deu muito certo. Investimos muito em cultura e pouco em futilidades. 2) Instigar-lhes a criatividade contando histórias. Isso eu faço com meus alunos também. Embora eu seja professora de informática educativa, um dos meus enfoques maiores é motivá-los a ler e criar, para isso, criamos uma estante virtual. Duvida? Então vale a pena conferir… http://www.linolica.com.br/estante.htm. E lá tem todo o projeto com detalhes tim tim por tim tim. Ler é tudo de bom!

  26. TRABALHO NUMA ESCOLA COMO BIBLIOTECARIA, TENHO CONTATO DIRETO COM OS ALUNOS, POIS CADA DIA DA SEMANA TEM UMA TURMA ESPECIFICADA.INCENTIVO AS CRIANÇAS A LEREM,QUANDO ELES NÃO ESTÃO DISPOSTOS, ENTÃO EU OS CHAMO E MOSTRO LIVRINHOS NOVOS QUE ACABARAM DE CHEGAR, OU AINDA AQUELES QUE LEVARAM PARA CASA E ESQUECERAM DE DEVOLVER;TIA EU ESQUECI DE TRAZER MEU LIVRINHO, POSSO LEVAR OUTRO HOJE E ENTREGAR O MEU AMANHÃ?MAS O MAIOR INCENTIVO A LEITURA ESTÁ NO EXEMPLO,FUI CRIADA NUMA FAMÍLIA ONDE OS MEUS AVÓS ERAM LEITORES EXÍMIOS, AOS SETE ANOS EU DEVORAVA LIVROS INTEIROS, LEMBRO-ME QUE O MEU AVô, ME PEDIA PARA QUE EU LESSE ALGUM ARTIGO DE JORNAL OU REVISTA, ERA A MINHA CHANCE DE MOSTRAR COMO EU SABIA LER COM DESENVOLTURA.SOU SUSPEITA PARA FALAR, POIS TENHO UMA MINI BIBLIOTECA EM CASA, SE UM LIVRO ME CHAMA ATENÇÃO, EU COMPRO, GOSTO TAMBÉM DE LER CRÍTICAS A RESPEITO DE LIVROS LANÇADOS RECENTEMENTE, LIVROS QUE CHEGAM A BIBLIOTECA EU OS LEIO, PARA DEPOIS EXPLICAR AOS ALUNOS SE O LIVRO É BOM OU NÃO.TENHO UMA MENINA DE OITO ANOS E DOIS NETOS DE 5 E 7 ANOS, A MINHA NETA, PEGA UM LIVRINHO, SENTA ,CRUZA AS PERNAS E MESMO NÃO SABENDO LER, OLHA AS FIGURAS E CONTA A HISTÓRIA CONFORME AS IMAGENS SE APRESENTAM, USANDO A IMAGINAÇÃO, (MÃE DU, SENTA AQUI QUE EU VOU CONTAR UMA HISTÓRIA PRÁ VOCE)E QUE REMÉDIO NÉ?NÃO SENTA PRÁ VER…

  27. Nelzi Terezinha Scheiffer

    Sou professora do Ensino Fundamental (4º e 5º ano). Leio bastante para meus alunos, contos, lendas, poesias e, principalmente livros mais complexos em formas resumidas como: Romeu e Julieta, Os Miseráveis de Vitor Hugo, O Fantasma de Canterville de Oscar Wilde, e outros. Ao final da leitura pela professora, há muitos alunos que pedem o livro emprestado para ler ou simplesmente tê-lo nas mãos e ler alguns trechos. A partir disso, perdem o medo de ler livros maiores, mais grossos e sentem-se orgulhosos de conseguir fazê-lo.
    Além disso, cada aluno deve ler, toda semana,pelo menos um livro da coleção que apresento à eles. No final da semana fazemos a apresentação dos livros lidos. Cada um fala aos colegas sobre a capa, autor, ilustrações, apresentação das letras e imagens e sobre o conteúdo do livro, colocando sua opinião a respeito, se gostou ou não e se indica para a turma. Não é raro que os colegas fiquem muito curiosos e ocorram até disputas para ler os livros durante a semana, além do outro livro sobre o qual deverão trabalhar.

  28. Nívia Souza Barbosa Mendonça

    Nívia Souza Barbosa Mendonça.
    Atualmente, sou professora do 3º ano do Ensino fundamental da rede Estadual, e vejo a leitura como minha paixão. E vejo, que falar da importância da leitura para as crianças não é o caminho para deixa-los tão apaixonados quanto eu. Por isso, leio diariamente um livro, procuro sempre refletir sobre a vida do autor, deixando bem claro que eles também podem escrever um livro, faço as inferências e os deixo à vontade pra escolher um gênero para leitura. O exemplo também é um ótimo caminho . É claro que a forma como essa leitura é direcionada conta bastante. Vejo que tenho tido bons resultados.

  29. Olá! Sou normalista e estudante de pedagogia,e como estagio simultaneamente em duas escolas, vejo constantemente o desinteresse em promover o hábito da leitura, e sinto-me na obrigação como docente de promover este incentivo. Assim sendo, toda segunda-feira realizo a chamada “Caixa Mágica”, onde nesta há vários livros e objetos,e é escolhido um aluno para sortear a história que será lida ou o objeto que deverá aparecer na historia!! no inicio pensei que seria dificil,porém todos adoram o momento.Além deste dia da leitura,procuro utilizar muitos recursos móveis,fantoches,passeios a feira do livro…enfim,das mais variadas formas procuro incentivar a este hábito.

    • Olá, Carla
      Muito interessante seu depoimento. Certamente é uma boa maneira de incentivar a leitura. Agradeço sua participação, mas gostaria de lembrar que o concurso foi feito em 2012 e já foram feitas as premiações. Mesmo assim, achei válida sua iniciativa de colaborar.
      Bjs,
      Janaina Spolidorio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s