Aulas Eletivas – Pense Bem!

     Aulas eletivas são aulas oferecidas em contra turno às aulas regulares. Por exemplo, se seu filho estudo de manhã, as aulas eletivas da escola dele ocorrerão à tarde e vice-versa.

    Em meados dos anos 90, elas começaram a surgir dentro das escolas regulares – geralmente particulares. Antes disso, a busca de cursos extra-curriculares era feita em instituições adequadas e especializadas.

     Conforme a vida se tornou mais ‘corrida’ e as pessoas adultas começaram a trabalhar mais devido à necessidade, as escolas perceberam e se perguntaram: ‘por que não oferecer um curso extra na própria escola?’

     Foi assim que surgiram as aulas eletivas que, nos dias atuais, recebem os mais variados títulos, para conseguir concorrer entre as outras aulas eletivas da própria escola. Há aulas de inglês, espanhol, francês, judô, equi-do, balé, teatro, vôlei, badminton, redação e até hipismo; além de algumas com apelos lúdicos no nome, como matemática por meio de jogos, história musicada entre tantos outros.

     Na escola, os cursos são sugeridos por coordenadores da área ou professores e escolhidos pela instituição para fazer parte do currículo. Os professores fazem o possível para conseguir introduzir a aula, pois é difícil, por exemplo, complementar carga horária de trabalho em contra turno, principalmente na mesma escola. Após aprovação, dependem ainda do número de inscritos para que as aulas ocorram.

     O professor deve preparar todo o material do curso e ‘se virar’ para a aula dar certo. A escola, geralmente, não tem lá grandes conhecimentos sobre o que exatamente se trata na aula. O importante é que ela dê certo.

     Escrevo tudo isso com conhecimento de causa, como ex-coordenadora em escola particular de grande porte e ex-professora de eletiva.

     Como tudo o que ocorreu durante o ‘boom’ de avanços nas duas últimas décadas, foi simplesmente acontecendo e se moldando à realidade de cada escola. Escolas especializadas passaram então a concorrer com ‘iniciantes’. Digo ‘iniciantes’, porque apesar de o professor ter conhecimento para a aula, não está inserido em um ambiente próprio para ela, o que dificulta sobremaneira o bom desenvolvimento do aluno.

     Em uma escola de balé, por exemplo, a criança terá acesso a todo e qualquer tipo de apoio necessário ao seu desenvolvimento na área. Em uma escola de judô, participará constantemente de situações necessárias à sua aprendizagem, que não ocorrerão em uma aula eletiva, já que todos são seus ‘colegas’ de escola. Em uma escola de arte, aprenderá técnicas diversas e poderá realmente ‘por a mão na massa’, já que terá contato com todo e qualquer material de apoio para executar suas obras. Em uma escola de inglês, terá um currículo fixo e estará com crianças com conhecimento semelhante ao seu, o que lhe auxiliará na aquisição de um outro idioma. Não é uma regra geral, um ponto positivo de escola específica pode acontecer em outro tipo de escola, porém posso afirmar que nenhum deles acontecerá na escola regular.

     Se meu filho tem aptidão para música e frequenta as aulas eletivas de musicalização, em sua própria escola, como ele poderá seguir sua aprendizagem mais aprofundada com um instrumento específico com o qual ele se identifica? Vê como é impossível.

     Outro ponto negativíssimo da aula eletiva é a falta de ‘caras novas’. Dentro da eletiva da escola, não há contato com pessoas diferentes. São as mesmas pessoas com as quais a criança convive em aulas normais. Se uma das crianças apresenta alguma problema na aula, o fará também na eletiva, o que atrapalhará muito o desenvolvimento das outras.

     Além disso, mais de cinquenta por cento das crianças – no caso de ciclos 1, 2 e até 3 do Ensino Fundamental, frequentam as aulas não por seu próprio desejo, mas porque os pais não têm como pegá-los em hora de almoço e ficar com eles.Pense na quantidade de interesse que uma criança terá em uma aula que nem quer frequentar.

     Quando a criança começa uma aula de natação em uma academia, está lá porque assim o deseja e todos os outros também – com raras exceções.

     Estou escrevendo este post de alerta, porque essas aulas têm se tornado cada vez mais populares e fico realmente com pena dos pais que acabam acreditando que estão fazendo um grande bem aos filhos, quando não é bem assim que acontece. Se você falar com pais de alunos adolescentes que passaram por esta experiência, muitos deles – os presentes, claro – irão testemunhar que realmente não dá para aprender inglês, espanhol, judô, balé ou qualquer outra coisa em aulas eletivas. Muitos acabam percebendo tarde e perdendo dois, três, quatro anos de um bom curso em troca de algo cômodo, porém ilusório.

     Quando você for colocar seu filho em um curso extra – o que é extremamente saudável – pense bem antes de inscrevê-lo em eletivas. Procure alternativas, visite locais adequados com pessoas especializadas, pergunte tudo o que puder sobre o curso e ofereça exatamente o que seu filho precisa e espera: uma boa formação, com qualidade e orientação adequada.

About these ads

4 Respostas para “Aulas Eletivas – Pense Bem!

  1. Oi Janaína, tudo bem? Pois é, concordo contigo sobre a qualidade das ‘aulas eletivas’ dentro da própria escola. Penso que estas atividades seriam mais proveitosas nos lugares onde há espaços adequados e pessoas especializadas em atender os pequenos, mas como muita gente está acostumada com as ‘bolsas disso e daquilo’ que qualquer oferta que apareça as vagas são rapidamente preenchidas. Assistencialismo? Na cidade onde eu moro o ensino público é totalmente assumido pelo governo municipal, isto é, as crianças ganham kit escolar, não se pode obrigar a pagar a contribuição de R$ 10,00, na falta de materiais para o aluno, durante o período escolar, a escola repõe, neste ano doaram uniforme…Aiiiii! Qto paternalismo!!! E a responsabilidade dos pais? Por isso que muitos só sabe reivindicar seus direitos e esqueceram dos seus deveres e a escola, a estrutura física, as salas de aula improvisadas, minúsculas…
    Desculpas Janaína, acho que divaguei e fugi do seu assunto.Outra hora quero conversar contigo sobre um projeto que estou pensando em sugerir à minha diretora.
    Tenha um bom dia, ‘amiga virtual!’
    Elô

    • Elô:
      Também sou meio contra toda essa ´doação´ do governo. Cada vez mais temos dificuldade de atingir nosso aluno. Quanto mais eles ganham, menos se importam com seus pertences e menos responsabilidade têm. Na rede onde trabalho também há bastante doação: uniforme, material, passeio etc.
      Tive há muitos anos uma escola de idiomas e nela pude sentir no coração a falta de responsabilidade com situações deste tipo. Como promoção de inauguração, os alunos recebiam o material didático gratuito ( que eu tinha que pagar com uma parte do valor da mensalidade ). Todos os alunos que participaram desta promoção, com raras exceções, ou saíram da escola em menos de dois meses ( inglês precisa estudar e nem todos se interessam por estudos ) ou tinham livros em péssimas condições, isso quando não esqueciam. Os que não participaram da promoção e pagaram pelo material eram totalmente responsáveis e cuidadosos.
      Há alunos em minha atual escola que recebem material e a mãe nem envia para a escola, já com a intenção de que nós, professores, entreguemos mais… você pode acreditar nisso?
      Quanto às eletivas, escrevi porque fico ‘injuriada’ da propaganda enganosa feita pelas escolas particulares em cima do tema. Os olhos dos pais até brilham quando sabem dos cursos oferecidos na própria escola e não têm noção do mal que fazem aos seus filhos. Com raras exceções de escolas, grande parte delas não consegue suprir as necessidades dessas aulas extra curriculares.
      Ah, será um prazer falar com você sobre o projeto. Quando desejar, me dê um alô!
      Bjs,
      Janaína Spolidorio

  2. Obrigada pelas atividades foram muito úteis p minha prática pedagógica.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s